Mudar a relação com a comida é, para muitos, a cereja do bolo (light, é claro) da perda de peso. A Dieta Ravenna propõe exatamente isso, a substituição de hábitos alimentares, com ajuda de ajustes nos processos psicológicos.

Conheça alguns dos princípios do regime:

1. Redução na quantidade de calorias;

2. preferência por alimentos de baixo índice glicêmico;

3. restrição de comidas muito saborosas;

4. compreensão de que o sobrepeso e a obesidade não são problemas isolados;

5. entendimento dos motivos emocionais que causam impacto na estética e na saúde.

Alimentos liberados e proibidos na Dieta Ravenna

Para entender melhor como funciona o método Ravenna de redução de medidas, tenha em mente que os alimentos ricos em fibras e com baixo índice glicêmico são seus principais aliados; frutas e verduras são as fontes de carboidratos da dieta.

Os motivos são simples: eles não são estimulantes, ajudam a controlar a saciedade, reduzem compulsões e contribuem para o bom funcionamento intestinal.

Justamente o oposto dos produtos com alto índice glicêmico, que elevam a secreção da insulina, a substância responsável pelo aumento da fome e o pelo desejo quase incontrolável de ingerir mais comidas à base de açúcar e farinhas.

Frutas cítricas, proteínas magras, alimentos termogênicos e líquidos com baixas calorias também são recomendados na Dieta Ravenna.

A perda rápida de peso é um dos princípios do Método Ravenna, cujos resultados imediatos são excelentes motivadores. Mas, para isso, são proibidas as refeições livres.

E fuja de açúcares e carboidratos refinados ou processados, pois eles afetam o cérebro e causam dependência.

Mas não pense que, com a Dieta Ravenna, você vai deixar completamente de lado o prazer de comer. Depois de alcançado o peso ideal, acontece uma transição alimentar, reintroduzindo, aos poucos, certos alimentos que foram tirados do menu.

A ideia é saber identificar qualquer possível alteração de conduta provocada por comidas que levam ao comer exagerado.

Veja exemplos de alimentos proibidos no programa de emagrecimento Ravenna:

  • Algumas raízes e tubérculos (batatas, milho, mandioca e inhame)
  • Arroz
  • Bacon
  • Doces
  • Farinhas
  • Frutas (cacau, açaí, abacate, coco e uva passa etc.)
  • Leguminosas (ervilha, feijões, grão-de-bico, lentilha)
  • Maionese e banhas
  • Manteiga e margarina
  • Massas
  • Oleaginosas (amendoim, nozes, amêndoa, castanhas)
  • Pães
  • Sementes, exceto linhaça e chia

Alguns alimentos permitidos na Dieta Ravenna:

  • Queijos
  • Leite
  • Ovos
  • Carne
  • Frango
  • Peixe
  • Frutas cítricas

Exemplo de cardápio do método Ravenna

Café da manhã e lanche da tarde

  • Iogurte natural desnatado + frutas OU
  • Café com leite + omelete OU
  • Café com leite, 2 fatias de queijo (branco) + 2 fatias de peito de peru

Almoço e jantar

  • Entrada: um caldo (para reduzir a ansiedade e o ritmo) + 1 salada
  • Prato principal: uma proteína + acompanhamento
  • Sobremesa: fruta

Como perder peso com a Dieta Ravenna

As mudanças propostas no jeito Ravenna de emagrecer melhoram significativamente a qualidade de vida dos pacientes.

Muitos costumam relatar, inclusive, ter mais disposição e energia durante o tratamento; outros até ficam livres de medicamentos diários para problemas como pressão alta, diabetes, depressão e insônia.

A Dieta Ravenna foi criada pelo médico Máximo Ravenna, que defende um regime personalizado, com a quantidade de calorias variando de acordo com as necessidades especificas de cada paciente.

Em geral, a primeira etapa do programa de emagrecimento Ravenna permite 800 calorias diárias.

Como a média de emagrecimento é de 5% a 7% do peso a cada 30 dias, isso pode representar, por exemplo, 7kg a menos se a pessoa pesa 100 kg, ou 4,5kg eliminados se a balança normalmente indicar 65 kg.

Sendo possível projetar que, no primeiro caso, é possível chegar aos 65kg em nove meses, levando em consideração o resultado mínimo do programa.

O regime Ravenna é mais do que um cardápio personalizado. Ele inclui atividades físicas, acompanhamento médico e grupos terapêuticos.

Profissionais como educador físico, nutricionista e psicólogo dão suporte ao paciente durante a perda de peso. E tudo começa com uma avaliação da qual surge um intenso plano de trabalho.

Se você já tentou todos os regimes da moda e está cansado do efeito sanfona, quem sabe a Dieta Ravenna não é o estímulo que faltava para começar um novo ano com mais saúde e boa forma? Converse com seu médico, e boa sorte.

Até a próxima!