Dieta balanceada é a maneira indicada para as pessoas que procuram por uma qualidade de vida melhor, começando pela escolha em ter hábitos saudáveis na alimentação, baseada em alimentos naturais, fontes dos principais nutrientes necessários ao organismo.

 Vários tipos de problemas de saúde como fadiga, dores musculares e desânimo, entre outros de caráter mais graves, podem ser evitados, ou, amenizados graças a uma dieta balanceada.

É importante principalmente durante as fases de crescimento e desenvolvimento mental em crianças e adolescentes, já para os idosos a dieta balanceada é ideal para alcançar uma longevidade maior e mais saudável, aumentando a expectativa de vida com qualidade.

Como seguir uma dieta balanceada?

Durante a dieta podem ser consumidos somente os alimentos encontrados entre os vários grupos alimentares, e sempre observando a quantidade diária recomendada, já que o objetivo é também ficar com o peso ideal.

Os grupos alimentares que fazem parte de uma dieta balanceada, são separados em 6 categorias, conheça a importância e a quantidade recomendada de cada:

Carboidratos

Estes alimentos são responsáveis pela energia fornecida ao organismo, entre os principais estão:

Pães, massas, arroz, batata, cereais, glicose, sacarose, maltose e o amido, todos ricos em carboidratos.

A quantidade diária recomendada é de 6 a 11 porções.

Legumes e verduras

Os alimentos como as verduras são responsáveis em eliminar do organismo as impurezas e as toxinas, regulando a função intestinal diária, graças as fontes de fibras e ferro, entre outros, contribuindo assim, para o emagrecimento mais rápido durante uma dieta balanceada.

Já os legumes encontrados nas cores vermelho, laranja e amarelo são antioxidante ideais para preservar a juventude, e também para prevenir vários tipos de câncer, inclusive de pele.

A quantidade diária recomendada entre legumes e verduras é de 3 a 5 porções.

Frutas

As frutas são fontes de inúmeras vitaminas e nutrientes essenciais ao organismo, são antioxidantes, sendo que a principal é a vitamina C, presente na laranja, limão e na acerola.

Outras frutas tem a principal função de baixar o nível de colesterol, uma dos principais responsáveis pelo infarto, como o melão, a uva e o abacaxi, e para regular o intestino são indicadas a manga, kiwi e o mamão.

A quantidade diária recomendada é de 3 a 5 porções.

Carnes, ovos e grãos

Estes alimentos são construtores, ricos em proteínas necessárias para a formação e crescimento das crianças e pela formação e manutenção, dos músculos nos atletas, fortalecendo ainda, o sistema imunológico, prevenindo anemias e infecções.

São as carnes, ovos, feijão, lentilha, grão-de-bico, nozes e castanhas, todos contribuem também para o fortalecimento ósseo, para o mental, e para a beleza da pele, auxiliando inclusive cicatrizes e ferimentos.

A quantidade diária recomendada é de 2 a 3 porções.

Leites e derivados

Estes alimentos são importantes para a formação dos tecidos musculares, ósseos e nervosos, pois, são fontes de minerais, proteínas, cálcio e fósforo, fornecem ainda, vitamina B12, gordura e açúcar necessários para o fornecimento de energia ao organismo.

O leite e seus derivados, como iogurtes, coalhadas e queijos, são indicados principalmente para a estruturação e desenvolvimento das crianças, e para os idosos para o fortalecimento dos ossos, prevenindo osteoporose.

A quantidade diária recomendada é de 2 a 3 porções.

Óleos, açucares e gorduras

Estes alimentos concentram maior energia do que os carboidratos e as proteínas, no entanto, este tipo de energia fica acumulada nas camadas de gordura existente ao redor da cintura, por isso, deve haver moderação na hora do consumo.

Estão presentes na manteiga, maionese, creme de leite e doces industrializados em geral.

A quantidade diária recomendada é de 1 a 2 porções.

Ao seguir uma dieta balanceada, aconselha-se que seja evitado ao “máximo” a ingestão de alimentos que não façam parte das categorias acima, afim de não prejudicar o emagrecimento.

Se gostou desse artigo, deixe um comentário logo abaixo!